sexta-feira, 29 de Abril de 2011

SABER OUVIR

JOÃO LIMA, piano/ 
Obras de EURICO THOMAZ DE LIMA


I-Tunes:

Desde que não se encontre devidamente editada e gravada em disco, num ou noutro caso, à disposição do público, a música portuguesa – como a de qualquer outro país – não passa de um património virtual, apenas reconhecido, de quando em quando, se alguém entender por bem executá-la num concerto.

Este património existe, não é virtual, mas concreto, conquanto se encontre ainda muito longe de poder figurar nas programações habituais ou nos catálogos discográficos internacionais ou mesmo nacionais.
Admitindo-se até que algumas obras já se encontram gravadas em condições técnicas aceitáveis, põe-se a problemática até hoje insolúvel de uma distribuição altamente insuficiente, de uma quase absoluta ausência de publicidade e também do muito lesivo hábito de não se apoiar a publicação das partituras, fechando-se até os olhos aos actos de “pirataria” que se verificam, por exemplo, quando não se interdita a execução das obras por fotocópias de velhos originais...
Competia a uma política cultural de carácter estatal comandar a luta por esta causa, mas as entidades responsáveis parecem algo mais preocupadas com a organização e o patrocínio de festivais e outros eventos de resplandecente fachada.
Resta aplaudir e apoiar, na medida do possível, o esforço individual de todos aqueles que, ligados ao sector privado, desempenham o melhor que podem – e até com sacrifícios vários – a função de dar a conhecer as obras dos nossos compositores: as de hoje, as de ontem e até daquelas que já reúnem condições artísticas para garantir um brilhante 
amanhã para a produção musical portuguesa.
António Victorino D’Almeida


Informação detalhada:


“SABER OUVIR” é hoje uma espécie de “imagem de marca” associada ao autor destas linhas, porquanto corresponde à denominação que tem sido atribuída a um vasto conjunto de actividades de divulgação musical que tenho vindo a desenvolver um pouco por todo o país de há uns anos a esta parte.
Efectivamente, “SABER OUVIR” – já designou 3 Edições de Cursos Livres de História da Música em Braga (Sessões Semanais de Audição Musical Comentada), através das quais muitos formandos puderam ficar com os sentidos mais despertos quanto à Beleza e Universalidade da chamada “Música Clássica”...
A 4ª Edição em Braga – que teve início em Janeiro de 2011 – está a realizar-se num formato diferente, em palco, com convidados ilustres e a presença obrigatória de Música ao Vivo, sempre complementada por comentários breves e explicações informais.
No Porto, no Clube Literário, a iniciativa já vai na 2ª Edição (a decorrer neste momento), desta feita em parceria com o maior divulgador musical português dos últimos 50 Anos – o Maestro António Victorino D’Almeida, o que muito me honra.
Rumo traçado em direcção ao futuro, chega agora a ocasião de “SABER OUVIR” alcançar a esfera da Edição Discográfica por intermédio da Planificação e Coordenação Artística de uma Antologia, cujo objectivo primordial, para além da já mencionada divulgação musical agora também em Cd, é a promoção e divulgação dos Compositores e Instrumentistas Portugueses.
Projecto acarinhado desde o primeiro momento pelas mais prestigiadas entidades públicas e privadas, entre as quais se destacam a Antena 2, o Conservatório de Música Calouste Gulbenkian de Braga e a Editora Numérica – ela própria o expoente máximo nos últimos 20 anos da Edição Discográfica da Música de Compositores e Instrumentistas Portugueses, no que representa um extraordinário esforço privado que o Estado e as suas instituições responsáveis pela área melhor deveriam reconhecer atribuindo-lhe um correspondente e mais que justo apoio financeiro...
Este 1º Volume da Antologia é dedicado a Obras para Piano do Compositor Eurico Thomaz de Lima (1908-1989), todas elas agora registadas pela primeira vez em Cd na interpretação do Pianista João Lima.
É para mim motivo de grande orgulho poder dar o meu contributo para que as obras deste e de outros conceituados compositores portugueses possam chegar ao conhecimento do grande público, em lugar de ficarem muitas vezes esquecidas em inúteis baús poeirentos...


Miguel Leite



1 Estudo

02’24’’



2 Prelúdio

02’41’’



3 Nocturno

02’20’’



4 Fantasia

05’26’’



5 Dança Negra Nº1

01’16’’



6 Dança Negra Nº2

02’28’’



7 Dança Negra Nº3

03’31’’



8 Dança Negra Nº4

02’06’’



9 Buchenwald-Protesto Musical

07’40’’



Suite Portuguesa Nº1


10 Vira

01’33’’



11 Coral Alentejano

03’23’’



12 Fandango

02’35’’



Suite Portuguesa Nº2

13 Prelúdio

03’27’’



14 Burlesca

0243’’



15 Fandango

02’13’’



16 Barcarola

03’22’’



17 Texto de Abertura da Antologia

03’19’’ (Maestro António Victorino D’Almeida)



18 “SABER OUVIR”

07’45’’ (Miguel Leite)



19 Eurico Thomaz de Lima

06’57’’ Notas Biográficas

(Miguel Leite)



20 Notas de Programa

01’54’’ (Miguel Leite)



60’09’’: Total


Ref.: NUM 1210


Sem comentários:

Enviar um comentário